quarta-feira, 29 de setembro de 2010

ALÔ, MARGARIT! SÓ UM OCEANO NOS SEPARA!

ANA MARGARIT
O simples facto de ser uma sobrevivente de AVC não significa que perdemos a vaidade. Agora, mais do que nunca, temos que estar com uma apresentação boa para compensar as sequelas. Aconselho a conservar o cabelo curto, mas moderno, para que você mesmo o possa pentear e não precisar de ninguém. Eu deixei de o pintar, está grisalho, tinha que o retocar de quinze em quinze dias e o meu dinheiro não dava para pagar o salão. Minha filha podia pintá-lo mas eu gosto de ser independente, por isso o deixei natural.
Isso não quer dizer que deixei de ser vaidosa. Pelo contrário, estou mais vaidosa do que nunca.
CONCORDO COM O QUE DIZ A ANA MARGARIT, MAS NÃO CONSIGO FAZER DIETA: VEJAM:
Não, minha filhinha, não quero...


EU JÁ DISSE QUE NÃO QUERO!



2 comentários:

  1. Vou dizer à Verinha! E conto também aquela de ninguém pôr os pés no chão por poderem ferir-se num bisturi.

    ResponderEliminar